VAMOS FALAR SOBRE DINHEIRO?
29/04/2016

Nós, mulheres, temos uma relação muito peculiar com o dinheiro. Aprendemos a ganhar, gostamos de tê-lo e,  é claro, de poder gastá-lo. No entanto, preferimos não cuidar dele. Não gostamos nem mesmo de falar sobre ele. É como se pudéssemos, de alguma forma encantada, fazer com que se multiplicasse para sempre e nunca nos abandonasse. Afinal, nós trabalhamos duro e merecemos, certo? Errado. Esse pensamento mágico feminino, o de que algo ou alguém vai cuidar desse assunto chato para nós, induz a grande maioria das mulheres a delegar. Ou “delargar”, como gosto de  dizer:  para o chefe, para o marido, o pai, o irmão, o cunhado, o gerente do banco. Sem perceber, entregamos a essas pessoas, sejam elas bem ou mal preparadas, bem ou mal intencionadas, o controle das nossas vidas, o fruto do nosso trabalho, o nosso futuro. Em todo o mundo, o efeito  dessa atitude é devastador: trabalhamos mais e somos mais pobres.

A boa notícia é que também somos perfeitamente capazes de mudar tudo isso.  Em qualquer ponto da sua vida e carreira você pode resolver sua relação com seu dinheiro e se tornar livre para fazer suas próprias escolhas. A proposta soa ambiciosa, mas a solução é mais acessível do que parece.

É disso que trata o meu primeiro livro, Ganhar, Gastar, Investir – o Livro do Dinheiro para Mulheres (Editora Sextante), lançado este mês: insights reveladores e ferramentas muito simples para promover uma revolução interna na nossa vida. A partir da minha longa e diversa experiência profissional, proponho uma mudança profunda de nosso modo de pensar e agir nas três pontas indissociáveis da equação. Como digo de cara no título, não adianta ganhar mais, ou gastar menos, nem investir melhor, mas fazer as três coisas sempre, obrigatoriamente juntas.

Não se preocupe,  você não vai se aborrecer: os cases, conceitos e conselhos do livro fogem da receita maçante do beabá das cartilhas financeiras. Não se trata de ensinar a fazer continhas e decifrar siglas chatas (embora ensine, sim, a fazer as contas certas e a traduzir a língua do mercado financeiro), mas de virar a chave do nosso modelo mental para entendermos que é possível uma radical mudança de hábitos. E mostrar como, por meio de histórias de mulheres reais, ricas ou  pobres, com seus perrengues, sustos, dívidas, desafios e soluções.

Como verá, você não está sozinha.  E é mais poderosa do que imagina.

 

 

As informações contidas neste site são de caráter meramente informativo e estão sujeitas a alterações a qualquer tempo, sem prévio aviso. Algumas informações presentes neste site são baseadas em simulações e os resultados reais futuros poderão ser diferentes. As ferramentas Planilha de Orçamento e Visão Futuro são gratuitas e se propõe a auxiliar o usuário como simples referência e base para reflexão e análise. Este serviço não deve ser utilizado em substituição a um profissional habilitado. O usuário que utiliza os nossos serviços o faz por sua conta e risco, e aceita que não temos qualquer responsabilidade por danos de qualquer natureza resultantes desta utilização.

comentários:
Voltar

Sobre Denise Damiani

Ter crescido em uma família com muitos homens, e optado por uma carreira predominantemente masculina, fizeram com que Denise Damiani notasse a falta da presença e da visão feminina no mundo dos negócios. Passou então, a desenvolver planos e pôr em ação práticas para diminuir o abismo de gêneros no ambiente corporativo, desenvolvendo programas e implantando projetos para ajudar a nova geração de mulheres a chegar ao topo.

Denise Damiani é executiva na área de business e tecnologia, com formação em engenharia de sistemas digitais pela Escola Politecnica, MBA HBS Executive Program e IMD Executive Program.

home

Arquivos

Facebook

Posts Mais Lidos

 
Disciplina e rotina
27/07/2016
 
Nunca, nunca, nunca fale mal dos outros. Mas, principalmente, não fale mal de si mesma
26/07/2016
 
Denise Damiani no programa Tudo Posso
25/07/2016