Executiva na área de Business e Tecnologia, Engenheira Politécnica de Sistemas Digitais, com MBA HBS Executive Program e IMD Executive Program, a carreira de Denise inclui experiência como engenheira de sistemas, empreendedora – desenvolveu os primeiros softwares de Home Banking do Brasil-, 17 anos como sócia e executiva das consultorias internacionais Accenture e Bain&Co, e Vice Presidente de Estratégia do Itaú Tecnologia.

Ter nascido em uma família de 3 irmãos, com 2 filhos, enteados e sobrinhos, e ter optado por uma carreira basicamente masculina, fizeram com que ela notasse a falta da presença e da visão feminina no mundo  dos negócios. Passou então, a desenvolver planos e pôr em ação práticas para ajudar as “meninas” a galgarem seu lugar ao sol. Se interessou pela temática feminina e de poder no universo corporativo e, em 2000, na
Accenture, passou a se envolver estrategicamente para diminuir o “abismo” de gêneros, até se tornar parte do Board Global, como Chief Diversity Officer.

Nesta trajetória, desenvolveu programas e implantou projetos para ajudar a nova geração de mulheres que desejam chegar ao topo, e também as que desejam se tornar independentes, principalmente com base no trabalho e nas finanças. Durante estes anos, coletou uma série de mais de 500 entrevistas, com relatos de mulheres de diferentes grupos sociais, econômicos e nacionalidades, na tentativa de entender o que as motiva. Realizou pesquisas, no Brasil e nas Américas, também para embasar os estudos de equidade de gênero. Todo este material serviu de base para criação de uma metodologia para ajudar as mulheres a cuidarem de suas carreiras, negócios e finanças, ao mesmo tempo que as possibilita ter uma vida plena e feliz.

Business Consulting

Com mais de 30 anos de experiência em consultorias como Accenture e Bain&Co, prestando serviços para grandes empresas nacionais e multinacionais, Denise Damiani decidiu usar todo o seu know-how para criar sua própria boutique de consultoria, atendendo clientes nas áreas de estratégia, revisão financeira, vendas, marketing, posicionamento de mercado, crescimento e M&A
Nesta nova empreitada como conselheira de grandes companhias e mentora de negócios inovadores e empreendedores, Denise tem contato com mulheres de todas as idades e, em especial, com uma nova e brilhante geração de profissionais, falando sobre expectativas, motivações, visões de futuro e desafios do presente.

Mulheres & Finanças

Com base na experiência adquirida nos últimos 15 anos, através de trabalhos realizados, entrevistas e observação de mulheres das mais diversas áreas, Denise Damiani desenvolveu uma metodologia para ajudá-las a obter sucesso em seus empreendimentos, dentro de suas famílias e em suas carreiras.
As mulheres têm uma dinâmica com relação à vida profissional e à vida privada que ultrapassa as disciplinas normais necessárias no mundo corporativo. O GGI (Ganhar, Gastar e Investir) é a metodologia base para que as mulheres possam ter vidas plenas, satisfatórias e seguras em qualquer etapa da vida, independentemente de idade, profissão e posição financeira. Nele, os pilares do trabalho, da vida pessoal, da criação de patrimônio, dos sonhos e das realizações se unem para dar às mulheres ferramentas simples para controlarem suas vidas.

Ativismo

A nova versão do feminismo coloca em pauta os desafios da vida moderna, representando mulheres que querem manter uma identidade feminina, ao mesmo tempo em que são protagonistas do convívio em comunidade, superando os preconceitos e tabus arraigados na sociedade há muitos séculos, e como membro do grupo de mulheres que nestes últimos anos saiu em luta por equidade nas relações de trabalho e sociais, Denise Damiani se sente responsável por ajudar as novas gerações.
Não se trata apenas de um tema ético e humano, mas também de uma problemática no mundo dos negócios, e no âmbito social e familiar. A entrada das mulheres no mercado de trabalho, necessária na nova equação financeira das famílias, não lhes garante a ascensão a postos e remunerações equivalentes as dos homens, visto que uma mulher ainda ganha 25% a menos que um homem no mesmo posto. Políticas públicas e privadas são necessárias para garantir esta equidade, e combater todas formas de preconceito que dificultam esta ascensão e a liberdade da mulher.

Denise, mulher competente, experiente, de uma capacidade ímpar de se relacionar e sabe muito bem compartilhar seus conhecimentos.

Luiza Helena Trajano, Presidência - Magazine Luiza.